• Adriana Maris

Endometriose

Atualizado: 4 de Fev de 2018

A Endometriose na Medicina Chinesa é tida como uma desarmonia no fluxo de energia (Qi) e sangue (Xue), que acontece em determinados órgãos e que reverbera no útero.

É uma doença que pode levar à infertilidade e a dores intensas. O tratamento pela medicinal ocidental é baseada em fármacos que geram efeitos colaterais, como cefaléia, calores e irritabilidade, sendo frequente o retorno da endometriose e a cirurgia, que apesar de ser um tratamento definitivo, quando bem realizada, dificilmente retira os focos de endometriose mais profundos nos ovários, numa tentativa de mante-los em mulheres jovens. Isso quando a cirurgia não é mais radical e retira todo o órgão reprodutor, provocando uma desordem definitiva na produção hormonal e infertilidade.

Uma opção eficiente e definitiva é o tratamento com Acupuntura, porque vai tratar cada mulher individualmente em suas necessidades. A escolha dos pontos no corpo que serão agulhados se baseia justamente nos órgãos envolvidos com a endometriose e não só o útero! A história de cada uma é o que ela tem de mais importante! É como um tesouro que será colhido com muito respeito e honrando suas experiências! Essas experiências irão nortear todo o tratamento e mostrar o que na suas novas escolhas de vida podem permitir um ciclo reprodutor saudável e o impedimento do retorno da endometriose! Há uma conscientização de escolhas de vida! É focado também as desarmonias emocionais e comportamentais, caso elas se apresentem, para que o tratamento dê uma resposta definitiva e assim harmonizar todas as funções hormonais e garantir a fertilidade e a evolução da gestação! Para isso são incluídos práticas de QiGong (exercícios físicos e mentais para harmonizar o corpo e mente), Meditação e Orientação Alimentar. Meu propósito, na terapia, será sempre o empoderamento e a capacidade de viver plenamente!! #medicinachinesa #vidasaudavel #alimentacaosaudavel #feminino #veggies #comidasaudavel #saudeebemestar #acupuntura #ginecologia #preventivo #femininosagrado